QUAL O TIPO DE TERRENO QUE JESUS, O GRANDE SEMEADOR, ENCONTRARÁ EM MEU CORAÇÃO?


Jesus sai de “casa”, ambiente de convívio com os discípulos, e senta-se a “beira-mar”, local onde se reúne a multidão.
Ele fala em parábolas com imagens da vida comum, accessível a todos os que estavam com ele, pois usava passagens do dia-a-dia dos mais sofridos, afim de que compreendam sua mensagem.
As parábolas são elaboradas a partir fatos quotidianos e marcantes que, por comparação, partindo do visível e sensível se entenda as realidades mais sutis dos relacionamentos humanos e do relacionamento com Deus.
De certo modo se comparam às histórias gregas.
Ao longo da parábola, o semeador e a semente são os mesmos. Os terrenos são diversos, são as pessoas, a maneira como recebem a palavra de Deus.
A parábola mantém viva a memória de Jesus, o semeador, e sua palavra, a semente, como a fonte vital do compromisso e da perseverança no Reino de Deus.
E apresenta o panorama da comunidade, na sua diversidade e em seus problemas, conforme as várias maneiras com que seus membros recebem a palavra de Jesus.
E para nossa reflexão: Qual o tipo de terreno que Jesus, o grande semeador, encontrará em meu coração?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s